domingo, 21 de outubro de 2007

Palavras de Ventania

Ás vezes não sabemos como usar as mãos, se ficam caídas, escorregadas, sem ação.
Ás vezes não uso os lábios, ficam calados, sem som...
Só lembro de olhar, ver tudo o que me passa, cada gesto, cada movimento, cada sílaba e cada escarro.
Seus dedos entrelaçados no meu no escuro, como se fossemos amantes, o que não somos.
E seu sorriso, aquele de lado, zombeteiro, que eu odeio, dizendo na minha cara que estou com você por sorte.
Tirei dez segundos, virei a página, nada mais fazia sentido a não ser por o ponto final.

Um comentário:

  1. Você escreve umas coisas tão Malfoys de vez em quando... hauaahaha

    ResponderExcluir

speak your mind